sexta-feira, 19 de maio de 2017

A Noite mais Escura


 


Hoje eu planejei afogar minhas mágoas
Mas parece que São Pedro me protege
A chuva veio e manteve todos em casa
Ainda assim, eu sinto que preciso fazer algo

Esta é a noite mais escura dos últimos tempos
Em que a última chama da minha esperança se apaga
E pelo jeito hoje vou vê-la apagar-se sozinha
Não posso nem ao menos sair para comemorar

Eu poderia pegar o carro e andar por aí
Ver ruas vazias, chegar a um destino imprevisto
Mas tenho medo de reviver uma cena trágica
E nem ouso então, sair de casa para isso

Trancafiado no meu próprio quarto, 
Às vezes por opção, mas agora sem escolha
Ouvindo Sonata Arctica e esperando ter uma ideia
É a noite mais escura, ela poderia nunca acabar

Sim, eu preferia que esse momento nunca acabasse
É um momento de dor, mas ao mesmo tempo me sinto bem
É também um momento de resignação 
É um momento em que sinto o aprendizado correndo pelas minhas veias

É um momento em que me sinto um pouco mais maduro
É um momento em que eu sei com quem posso contar
Sempre posso contar com a minha família
Mas mais do que nunca, comigo mesmo. 



Nenhum comentário: