sábado, 24 de dezembro de 2016

Andorinha Voa

Ah, Andorinha...
https://feitoandorinha.files.wordpress.com/2015/09/andorinha.pngImagino que tenhas te cansado
Não a culpo, mas sinto tua falta
De longe de onde estamos
A mais de 900 quilômetros

Te vejo apenas a voar
E teus voos, cada vez mais altos

Admiro cada vez mais tua beleza
Me encanta tua liderança e teu sorriso
Onde mais eu poderia ver?

Não resta dúvidas
Agora estamos muito diferentes
Imagino que tenhas medo de pousar aqui
Ainda, porém, tua imagem me transfere calma
Realmente eu sinto um frio na barriga
Ainda mais quando percebo teus trejeitos

Logo, Andorinha
Onde ouvirás a minha mensagem?
Belo é se, pensando como eu
Ajudas-me a perceber tua intenção
Na vontade de podermos um dia
Construir um belo ninho
Onde reine o Lar do Progredir Infinito

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Fébruo


Hoje eu estou com músicas na cabeça
Músicas de natal, músicas de amor
Vendo a semana passar diante dos meus olhos

Tudo o que eu queria de presente 
Era a dádiva do não sofrimento
Mas parece que é o mais humano sentimento
Que por contraste, te torna contente

De que adianta recitar poesia
Se estou de barriga e mente vazia
E no lugar do coração, um buraco;
De que adianta de tentar de novo 
Se a vontade foi pro saco?

Convicção eu tenho, para ser celibatário
Mas não para seguir o sacerdócio
Mas o meu corpo é muito mandatário
Mesmo assim, a sofrer, prefiro o ócio

Hoje estou com calor e o clima não ajuda
Eu queria fazer mais, mas a gana tá miúda
Eu quero dar sentido, mas na real, a vida é nula...