quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Excessos



 Hoje a noite não tem luar
Acabou a energia da cidade
Todos fecharam o olho
Apenas eu estou de pé

Comigo mesmo a conversar
Mesmo eu na tenra idade
Pensando em busca da verdade
Deitado sem ao menos notar

E como nós perdemos tempo
Teorizando e conjecturando
Por que não simplesmente fazemos?

Seriam nossos medos
Que atrapalham nossos ledos?

Nenhum comentário: