quinta-feira, 25 de junho de 2015

Não é nada pessoal


 Não me leve a mal
Pode haver contradição
Talvez até perturbação
Mas não é nada pessoal

Mesmo que eu seja tua antítese
Pode haver entre nós harmonia
Sem contradições seria vazia
Essa vida que do passado é síntese

Do atrito vem o calor 
E é disso que precisam os humanos
A frieza é um horror!

Tenho consciência que somos "hermanos"
E que a nossa essência é o amor
E que se estamos aqui, não somos decanos!




Nenhum comentário: